Dar sangue...é dar vida

23:21

Há pouco tempo recebi um telefonema do Instituto Português do Sangue a lembrar-me que já não fazia doações há algum tempo. Tinham razão !

Comecei a doar sangue aos 19 anos, quando uma unidade móvel estava presente na universidade que eu frequentava. Desde então, sempre que a carrinha lá atracava lá ia eu dar o meu contributo. Acontece que, por puro desleixo, deixei de o fazer quando fui desenvolver a minha tese já lá vão 2 anos. 

A verdade é que são várias as iniciativas que deixámos passar porque não temos tempo, ou porque nos esquecemos ou porque . . . uma imensidão de coisas. Mas como podemos nós esquecer-mo-nos? Como podemos não ter tempo? Simplesmente, não podemos mas fazemos. 

Uma dádiva pode efetivamente salvar uma vida. Nunca é tarde. E a mim resta-me saber que haverá muitas mais oportunidades do que aquelas que já deixei escapar. 

Nesta linha de pensamento deixo-vos o site Dar Sangue onde podem conhecer os locais onde conseguirão contribuir para melhorar ou salvar a vida de um alguém desconhecido (ou não). Eu vou. E tu? De que estás à espera?




You Might Also Like

0 comentários

Popular Posts

Like us on Facebook

Flickr Images