Expocosmética 2016

23:50

Este ano tive a minha primeira experiência na Expocosmética. Estava ansiosa tal era a azafama na blogosfera e os relatos do evento nas edições anteriores. Não foi uma desilusão, mas também não correspondeu às expectativas.

Do começo: a abertura de portas estava marcada para as 14h da tarde do passado sábado e lá estava eu e os meus pais à hora marcada na fila de quase 1 km de existência (todos tínhamos convites, se não a espera tornava-se maior por ser necessário ir para a fila de compra de bilhetes). 

As portas abriram por volta das 14:10h e a fila andou. À entrada fomos bombardeados com panfletos, folhetos, folhas e folhinhas de todos os tamanhos e cores. Aceitei tudo, não por querer ter toda aquela informação mas por respeitar o trabalho das pessoas que entregavam esta publicidade (no futuro, terei de dizer "Não. Obrigada."). Este foi um dos aspetos de que menos gostei porque depois tive de andar carregada com toda aquela papelada.

Passado este tormento foi altura de conhecer os stands disponíveis e fomos abordados pelos representantes da Voltage Cosmetics, que realizaram uma análise capilar ao meu pai e sugeriram alguns produtos para melhorar a saúde do seu cabelo.







A visita aos stands prosseguiu sem grandes surpresas ou oportunidades até que descobrimos o espaço da Pluricosmética e aqui sim, alta pechincha :)

A minha mãe encontrou a tinta para o cabelo que costuma a usar a 1,35€ cada bisnaga (escusado será dizer que fizemos stock). Já eu encontrei dois vernizes da Glden Rose por 0,85€ cada.




Mais à frente fomos abordadas pela D. Ana do grupo SLYOU que elevou a fasquia do meu conceito de simpatia e ofereceu à minha mãe um tratamento de rosto.




















Depois desta pausa, seguimos pelos stands e fui abordada por uma representante da Yves Rocher que me ofereceu dois catálogos e um gel de banho que tem um cheiro divinal.





Num stand de uma loja que eu não conhecia encontrei um gel de aloé vera que eu já queria há algum tempo para aplicar após a depilação e após a exposição solar. 






No espaço da INOEH encontrei estes vernizes a 0,50€ cada e ainda recebi um pacote de pipocas e um vale de desconto de 50% para compras na loja on-line.





No final da visita houve a oportunidade para uma fotografia junto do painel da Expocosmética. Depois de algumas tentativas cá fica.




Apesar das oportunidades encontradas, a Expocosmética ficou um bocadinho aquém das expectativas. A ideia com que fiquei foi de que há muita oferta em termos de utensílios para cabelo (a bons preços, mas eu simplesmente não estava interessada) e um exagero de espaços dedicados às unhas de gel/gelinho/verniz gel. Em termos de maquilhagem e cuidado de corpo vi muito poucas coisas que me chamassem a atenção.

A verdade é que tive apenas uma tarde para visitar a feira, que necessita de mais tempo para ser vista detalhadamente. 

Para o ano espero ter mais tempo e que a oferta seja mais variada.

E vocês, visitaram a feira? Qual a vossa opinião sobre a oferta disponível?

You Might Also Like

0 comentários

Popular Posts

Like us on Facebook

Flickr Images